Jet-Ski: dez pecados capitais que não devem ser cometidos

Dica do meu amigo Alexis Malabi, aproveitando a deixa do acidente acontecido ontem (15/11) com o empresário buziano Henrique. Transcrevo o texto aqui no blog.

Em virtude do acidente  de Jet-Ski ocorrido na tarde de ontem com Henrique, empresário buziano – no qual ainda não sei se por falha mecânica ou falta de combustível – segue abaixo a lista com os 10 pecados capitais cometidos pelos novos proprietários de Jet-Ski, e que, claro, devem ser evitados.

Se conseguir evitá-los, certamente seu passeio será prazeroso, mesmo que ocorra algum problema.

1 – Não ler o manual de instruções da embarcação – Você precisará conhecer o equipamento em casos de falhas.

2 – Não ser habilitado – Habilitação é lei e a Marinha exige tal documento caso faça uma abordagem.

3 – Não se informar sobre a previsão do tempo antes da partida – Considerando que ele pode sofrer alterações bruscas em um curto período de tempo e que a Marina sempre está atualizada sobre o tempo

4 – Não transportar corda e âncora na embarcação – Há espaço destinado a essa finalidade na maioria dos Jet-Skis comerciais, o que facilita as buscas em caso de problemas.

5 – Não emprestar a embarcação a pessoas não habilitadas, em especial para crianças – Muito comum em reunião de familiares e amigos.

6 – Não usar coletes salva-vidas, preferencialmente com apito – Importantíssimo caso o condutor passe mal ou sofra alguma lesão em virtude de quedas.

7 – Não pilotar em alta velocidade – Seu peso quando projetado em uma velocidade média aplicada ao Jet-Ski, fará com que o impacto seja bruto, apesar de ser na água e você pode ser atropelado pela própria embarcação.

8 – Não transportar equipamento de comunicação – Rádio VHF portátil, celular ou outro equipamento similar é indispensável.

9 – Não conferir o nível do combustível – lembrar sempre disso; nunca andar com pouco combustível.

10 – Não andar afastado da costa – Respeite os 200 metros da costa e evite se afastar, mantendo-se sempre no campo de visão dos que estão na orla.

A matéria sobre o acidente – que, felizmente, não teve consequências mais sérias – saiu no Extra. Leia aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s