Cabofriense estreia na Copa Rio neste sábado

Cabofriense estreia na Copa Rio neste sábado

Mário Marques, técnico da Cabofriense (foto de Léo Borges)

Depois de praticamente cinco meses sem disputar uma partida oficial, a Cabofriense estreia neste sábado na Copa Rio. O adversário do Tricolor Praiano é o Friburguense, e a partida está marcada para as 15h, no Estádio Correão, em jogo do grupo B, que conta ainda com Macaé Esporte e Bangu.

Será a primeira partida oficial da Cabofriense depois do rebaixamento do clube na Série A do Carioca, em abril. Para a Copa Rio, o tricolor praiano reformulou todo o seu elenco. Apenas três jogadores que estavam no descenso do clube permaneceram no plantel: o goleiro Flávio, o meia Diego Salles e o atacante Allan.

A proposta da diretoria é valorizar a prata da casa e dar chance a jovens jogadores, formando assim uma base para a disputa da Série B do ano que vem. Para comandar essa reformulação, o clube contratou o experiente técnico Mário Marques.

Na preliminar, o time sub-20 da Cabofriense enfrenta o Serra Macaense, em partida válida pela quarta rodada do Torneio Octavio Pinto Guimarães. A Cabofriense já fez duas partidas nesta competição, perdendo para América e Botafogo.

Anúncios
Vai começar o Municipal de Futsal de Cabo Frio – parte 2

Vai começar o Municipal de Futsal de Cabo Frio – parte 2

Dividi o post em dois para facilitar a leitura e não ficar muito longo, já que o assunto é bem extenso. Mas retomando a conversa, este ano, pela primeira vez, a competição terá como casa principal o ginásio Vivaldo Barreto, inaugurado em outubro do ano passado. Com o ginásio Aracy Machado em reforma (e só ficando pronto daqui a dois meses, aproximadamente), os torneios de todas as modalidades estão sendo disputados na arena esportiva do Jardim Esperança.

Por um lado, é bom: durante anos, estabeleceu-se um mito (até por sua origem na cidade) de que o futsal era uma modalidade elitista, restrita apenas ao centro e ao lado “de cá” da ponte Feliciano Sodré, com exceção da Gamboa – leia-se por lado “de cá” da ponte o centro, São Cristóvão e demais bairros adjacentes.

No final dos anos 90 e no início dos anos 2000, o CEEDUC acabou sendo o principal responsável pela quebra deste mito. Com uma ação voltada para atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, o CEEDUC fez do futsal sua principal cartão de visitas, levando a modalidade à periferia de Cabo Frio. Muito se discutiu a questão técnica e legal de suas atividades esportivas, já que, à época, seus instrutores não eram formados em Educação Física e isto era sempre motivo de questionamentos. Mas até para isso, o futsal serviu: nomes como Adalberto Ricardo, Wagner Kbça e Bruno Gago, que trabalharam no projeto, hoje são profissionais da área de Educação Física. Sem contar a infinidade de jogadores revelados pelo CEEDUC – e muitas vidas salvas do tráfico por conta deste trabalho, que perdeu força depois da morte de seu fundador, Ivan Veleiro; e acabou sendo desativado no final da década passada.

Hoje se pratica futsal em todo o canto. Estou desde 2006 na ADDP, já treinei a equipe na quadra do Itajuru, no CTL do Santa Rosa, no Porto do Carro; e desde o ano passado, no Recanto das Dunas. Os talentos brotam nesta cidade e é preciso pessoas capacitadas para lapidá-los. Tenho muita preocupação com o cenário atual do futsal da cidade, onde há poucos clubes nas categorias sub-15 e sub-17 com um trabalho consistente de formação dos jogadores. O futsal é uma modalidade que alia o talento à inteligência e nestas categorias, quanto mais informações forem passadas de uma maneira compreensível, melhores jogadores estes garotos se tornarão no futuro.

O campeonato começa hoje no adulto e na próxima semana, nas categorias sub-15, sub-17 e sub-20. Nas categorias menores (do sub-7 ao sub-13), o torneio começa no dia 9 de julho, apesar do boicote de alguns clubes que, baseados em uma mentalidade provinciana demais para a época em que vivemos (ainda presa no início da Liga, há 25 anos) não concordam com a participação de clubes de outras cidades na competição e estão decididos a montar um campeonato paralelo.

No adulto, além da ADDP, atual pentacampeã; e do Grêmio Samburá, que se enfrentam na partida inaugural; estão Rosa de Saron, vice-campeã em 2008 e no ano passado; Zelador, Progresso, Arraial do Cabo e o recém-fundado Cabufas, estreante na competição.

Maior vencedor da história do Municipal, com oito títulos (1987, 89/90, 93, 97/98, 2003/04), o Tamoyo declinou de participar do torneio este ano. A alegação oficial do clube eu não sei, mas é público e notório que seus dirigentes não concordam com a participação da ADDP no campeonato, por avaliarem que o clube tem uma prática “profissional” com seus atletas. O Tamoyo disputou 22 das 24 edições anteriores, só ficando fora em 1988 e 2002.

Fase final da Segundona do Rio

Fase final da Segundona do Rio

A FERJ divulgou na noite dessa segunda (17/05) a tabela da fase final da Segundona do Rio. As 10 equipes classificadas jogam entre si em turno e returno, e as duas que fizerem mais pontos sobem para a série A fluminense em 2011.

A fase final já começa depois de amanhã (quarta, 19/05) e a Cabofriense vai a Quissamã, enfrentar o time local. Os jogos não param durante a Copa – não sendo realizados, claro, em dia de jogos do Brasil – e a fase decisiva acaba em 31 de julho.

1º TURNO – 1ª RODADA

DATA DIA        HORA     JOGO                                          ESTÁDIO

19.05             Qua         15:00        Quissamã X Cabofriense             Antônio Carneiro

19.05             Qua         15:00        Fênix X CFZ                               Raulino de Oliveira

19.05             Qua         15:00        Sendas X Nova Iguaçu               Arthur Sendas

19.05             Qua         15:00        Bonsucesso X Artsul                   Leônidas da Silva

19.05             Qua         15:00        Sampaio Correa X Itaperuna       Sampaio Correa

A tabela completa pode ser baixada aqui.