Futsal: ADDP encara o Flamengo

Futsal: ADDP encara o Flamengo

Time de Cabo Frio faz em casa primeira partida da semifinal do Estadual sub-20 de futsal

A equipe sub-20 da ADDP tem, neste sábado (05/12), um grande desafio pelo Campeonato Estadual de Futsal. O time recebe o Flamengo, em partida marcada para as 16h30, e válida pela fase semifinal da competição. Depois de conseguir uma classificação heroica ao vencer, de virada, o América, por 4 a 2, na semana passada, o time comandado por Anderson Mangueira Lopes entra em quadra para encarar a melhor equipe da primeira fase do Estadual.

Jogadores e comissão técnica sabem das dificuldades de enfrentar o Flamengo, que na etapa classificatória, conseguiu nove vitórias em dez partidas, somando 27 pontos. Nos dois confrontos entre ADDP e Flamengo, duas vitórias rubro-negras: 5 a 0, no primeiro turno, em Cabo Frio; e 13 a 2, no segundo turno, na Gávea.

– Eles têm uma equipe muito consistente, com jogadores que já atuaram, inclusive, na Liga Nacional, como o Wallace e o Peruzzi. Mas a gente se preparou para jogar o nosso melhor. Sabemos de todas as dificuldades e que eles são favoritos nessa semifinal, pelo que apresentaram ao longo do campeonato. Mas vamos fazer o nosso jogo. As coisas se resolvem mesmo dentro de quadra – analisou Mangueira.

Resultado histórico – A participação da equipe sub-20 da ADDP na semifinal coloca o futsal de Cabo Frio em um momento histórico. Pela primeira vez, dois clubes da cidade estão entre os quatro melhores em uma mesma competição promovida pela Federação – a outra semifinal reúne Cabo Frio e Pentágono. Além disso, a ADDP retorna a colocar um time entre os quatro melhores do Estado, já que, no ano passado, o time feminino foi terceiro colocado no Campeonato Carioca.

– A gente tem um trabalho de formação e capacitação dos atletas que tem como principal objetivo reforçar nosso time adulto. Mesmo com todas as dificuldades que tivemos ao longo do campeonato, conseguimos promover seis jogadores para a equipe principal no ano que vem. Estou bem satisfeito com esse objetivo – declarou o treinador.

Para o jogo deste sábado, Mangueira não terá à disposição o fixo Roger e os alas Anderson e Christian, todos suspensos. Foram relacionados 13 jogadores para a partida: os goleiros Theo e Guima; os fixos Thiago Campos e Dedé; os alas Rodriguinho, Gabriel Carriço, Daniel, Wellington, André Biscoito e Yuri; e os pivôs Erick, Vitor e Robson.

Na preliminar de ADDP x Flamengo, o Cabo Frio recebe o Pentágono Futsal, às 15 horas. As duas partidas acontecem no Ginásio Aracy Machado, em Cabo Frio, com acesso gratuito aos torcedores.

Anúncios
No futsal, ADDP goleia USS/Vassouras: 5 a 1

No futsal, ADDP goleia USS/Vassouras: 5 a 1

Rodriguinho fez dois gols e participou de outros dois
Rodriguinho fez dois gols e participou de outros dois

A ADDP conquistou, na noite dessa terça-feira (6/10), sua primeira vitória no Campeonato Estadual Adulto de Futsal. O time comandado por Everaldo Rangel bateu a USS/Vassouras, atual vice-campeã carioca, por 5 a 1, em partida disputada no ginásio Aracy Machado, em Cabo Frio. Foi o primeiro triunfo da ADDP na competição.

O jogo fechou a 6ª rodada do Estadual, e começou equilibrado, com as duas equipes se alternando no domínio das ações ofensivas. Tanto que o primeiro gol demorou a sair: em um contra-ataque, Ailton aproveitou defesa parcial do goleiro Marcelo para abrir o placar para a USS/Vassouras, aos 17’24.

Com o placar adverso, a ADDP voltou do intervalo tentando a reação para conquistar sua primeira vitória. Logo no início do 2º tempo, Rodriguinho chutou a bola na trave do goleiro Julinho. Do outro lado, Marcelo também fazia boas intervenções, evitando que a USS/Vassouras ampliasse a vantagem.

A ADDP empatou aos 14’13 do segundo tempo. Rodriguinho interceptou passe errado do goleiro Gilberto – que substituiu Julinho durante a partida – e, por cobertura, com o pé esquerdo, marcou um belo gol. 32 segundos depois, Rodriguinho iniciou a jogada do gol da virada, ao bater um escanteio que desviou em Jorginho e matou Gilberto.

A partir daí, o técnico Neto, da USS/Vassouras, partiu para a tática do gol-linha, com o ala Jorginho na função. Porém, em um contra-ataque, Rodriguinho entrou na área e teve passe cortado com a mão por Ailton. Pênalti que Marcos Paulo bateu aos 16’05 com força: ADDP 3 a 1.

O time da casa suportou bem a pressão do adversário, com Marcelo fazendo ótimas defesas em chutes de Vandré e Sixel. Em mais uma bola interceptada depois da ação do gol-linha, Thiago Campos marcou o quarto gol da ADDP, aos 17´20.

Faltando 1’21 para o fim do jogo, Vandré, que já tinha amarelo, fez falta em Rodriguinho e foi expulso. Com um jogador a mais, a ADDP fechou a goleada em um contra-ataque puxado por Papaulo, que serviu Rodriguinho para fazer 5 a 1, a 49 segundos do final.

– Essa vitória foi importante pra dar moral. Demos mole contra América e Vasco, e poderíamos estar em uma posição melhor na tabela. Hoje, graças a Deus, tivemos calma pra aproveitar as chances – analisou Rodriguinho.

Ainda na última colocação na tabela, a ADDP volta a jogar pelo Campeonato Estadual na segunda-feira (12/10), quando vai a Teresópolis enfrentar o Clube Comary/PMT, no ginásio Pedrão, às 20h.

ADDP 5 x 1 USS/Vassouras
ADDP: Marcelo, Thiago Campos, Dudu, Rodriguinho e Marcos Paulo. Entraram: Papaulo, Marrinha, Renato, Jackson e Júlio Cezar. Técnico: Everaldo Rangel
USS/Vassouras: Julinho, Marcelino, Jorginho, Victor Pezão e Ailton. Entraram: Gilberto, Bananeira, Saulo, Vandré, Leandrinho e Sixel. Técnico: Carmine Colucci Neto.
Arbitragem: Marcos Henrique Fonseca Reis e Ronaldo Cesar Silva, com André da Silva Saldanha (anotador) e Luis Felipe Vieira Guimarães (cronometrista)
Cartões Amarelos: Dudu (ADDP), Ailton e Vandré (USS)
Cartão Vermelho:
Vandré (USS)

CLASSIFICAÇÃO
1º) Poker/PEC/Ikinha, 18
2º) Cabo Frio Futsal, 15
3º) Flamengo, 10
4º) América, 8
5º) Vasco, 7
6º) USS/Vassouras, 4
7º) Clube Comary/PMT, 4
8º) ADDP, 3

Cabofriense

Cabofriense

Infelizmente para os amantes de futebol da nossa cidade, a Cabofriense dificilmente escapará do rebaixamento no Campeonato Estadual. Depois da derrota de ontem diante do Macaé, em pleno Correão (3 a 1 para os visitantes), o Tricolor Praiano manteve o decepcionante aproveitamento na Taça Rio, segundo turno da competição. O time perdeu os seis jogos que disputou no returno, e com apenas 9 pontos ganhos em 13 partidas disputadas nos dois turnos, amarga a penúltima colocação dentre os 16 times, superando apenas o Mesquita, que tem 8 pontos – e que, assim como a Cabofriense, perdeu todos os jogos da Taça Rio.

Para se salvar, a Cabofriense não depende somente de seus próprios esforços nas duas últimas rodadas. Além de ter que vencer Volta Redonda, terça, também em Cabo Frio; e o companheiro de infortúnio Mesquita, domingo, na Baixada Fluminense; além de torcer para tropeços de Duque de Caxias (que tem 12 pontos e joga contra Mesquita terça; e Volta Redonda  domingo); e Tigres do Brasil (13 pontos, joga contra Bangu na quarta-feira e Macaé no domingo).

O rebaixamento, no entanto, pode acontecer já na terça-feira: se o Duque de Caxias vencer o Mesquita e a Cabofriense não vencer o Volta Redonda, Mesquita e Cabofriense serão rebaixados com uma rodada de antecipação.

Fundada em 97, a Associação Desportiva Cabofriense está na 1ª divisão do futebol fluminense desde 2003 sem ser rebaixada. O time disputou as semifinais dos dois turnos, em 2005; e foi finalista da Taça Rio em 2006, perdendo para o Botafogo – que acabou se sagrando, naquele ano, campeão estadual. A Cabofriense participou ainda dos Estaduais de 2000 e 2001; e da seletiva em 99 (neste ano, porém, não se classificou para a fase principal da competição).