Campeão mundial de futsal, AFC Kairat chega a Cabo Frio para pré-temporada

Campeão mundial de futsal, AFC Kairat chega a Cabo Frio para pré-temporada

Os atletas do Kairat treinaram essa manhã (11) na academia Mais Saúde Fitness, no Novo Portinho (Foto de Ari dos Santos)
Os atletas do Kairat treinaram essa manhã (11) na academia Mais Saúde Fitness, no Novo Portinho (Foto de Ari dos Santos)

AFC Kairat está no Brasil para tentar o bicampeonato intercontinental, a partir de 31 de agosto, no Rio Grande do Sul. Pré-temporada de 20 dias do time do Cazaquistão começou nesta terça-feira

Atual campeão europeu e mundial de clubes de futsal, o AFC Kairat​, de Almaty, no Cazaquistão, começou nesta terça-feira (11/8) a temporada de preparação para a disputa do Campeonato Mundial de Clubes, que acontece a partir de 31 de agosto, em Erechim (RS).

Comissão técnica do AFC Kairat (foto de Ari dos Santos/SECOM PMCF)
Comissão técnica do AFC Kairat (foto de Ari dos Santos/SECOM PMCF)

O time cazaque, dirigido pelo brasileiro Ricardo Sobral​, o Cacau, estará em Cabo Frio nos próximos 20 dias, treinando no ginásio Aracy Machado e na academia Mais Saúde Fitness, onde a delegação fez a atividade nesta manhã. À tarde, acontece o primeiro treinamento com bola. Neste período, o Kairat, que tem como um dos destaques o goleiro Higuita, que atuou por várias temporadas no futsal de Cabo Frio​, fará dois amistosos, contra Botafogo e ADDP Cabo Frio, em datas a serem definidas.

Além de Higuita, o Kairat conta com uma legião brasileira em seu elenco: Léo Santana, André, Giva, Henrique, Rodrigo, Alexandre, Betão, Euler, Joan e o naturalizado cazaque Leo.

Além de atual campeão mundial interclubes, o Kairat é o atual campeão europeu de futsal. O título foi conquistado em cima do Barcelona, em abril, em decisão disputada em Lisboa (Portugal).

O Mundial de Clubes deste ano terá, além do Kairat, atual campeão europeu e mundial; e do Atlântico Apti Uri Erechim, campeão sul-americano e sediante; as equipes do Futsal Toronto (Canadá); MISR Lemmakasa (Egito); e Al Dhafra (Emirados Árabes).

Atual campeão mundial de futsal, o AFC Kairat fica em Cabo Frio até o fim do mês (foto de Ari dos Santos/SECOM PMCF)
Atual campeão mundial de futsal, o AFC Kairat fica em Cabo Frio até o fim do mês (foto de Ari dos Santos/SECOM PMCF)
Anúncios
Vai começar o Municipal de Futsal de Cabo Frio – parte 3

Vai começar o Municipal de Futsal de Cabo Frio – parte 3

A minha principal expectativa em relação ao Campeonato Municipal deste ano vai ser a da frequência de público no ginásio Vivaldo Barreto. Acho que vai haver o mesmo “estranhamento” de 2005, quando o Municipal saiu dos ginásios da Cabofriense e do Tamoyo e foi para o Aracy Machado.

A situação atual tem algumas desvantagens. O ginásio Aracy Machado é entre o Portinho e o Itajuru, bem próximo do centro até para quem ia a pé. O público se acostumou a ir aos jogos e, gradativamente, o público passou a aumentar – se não na frequência dos anos 90, pelo menos pra um público aceitável. O parâmetro da Liga de Futsal de Cabo Frio era um pouco cruel porque, com o sucesso do Centro Esportivo de Cabo Frio em 2007 e 2008, quando foi bicampeão carioca, o time profissional da cidade cansou de levar 2 mil pessoas (e até mais que isso, nos jogos decisivos) em partidas de campeonatos estaduais e da Liga Nacional. Um público de 200 pessoas para jogos do Municipal era bem razoável, se considerarmos que o nível das partidas estava longe de ser o mesmo.

O ginásio Vivaldo Barreto é na chegada do Jardim Esperança, pra quem vai do centro. Não é o que se possa chamar de longe – de carro, da descida da ponte Feliciano Sodré até lá se gasta uns 10 minutos, com certo trânsito. Mas o público ainda não se habituou a ir, talvez por preguiça. Por outro lado, o ginásio também não é no “centrão” do Jardim Esperança, próximo da avenida Ézio Cardoso da Fonseca (a principal do bairro). Dá pra ir a pé dali, mas como o ginásio é algo novo por aquelas bandas, quase nunca se sabe quando tem ou não programação. Uma ação de mídia envolvendo os bairros próximos (Boca do Mato, Monte Alegre/Rainha da Sucata, Parque Eldorado, Jardim Esperança, Jardim Peró e Tangará) seria boa, principalmente para arregimentar novos fãs para o futsal.

Outro problema detectado no ginásio provavelmente não foi mensurado (ou foi ignorado) na época da sua construção e veio à tona com força na última semana: a umidade do ar. O ginásio Vivaldo Barreto fica em uma área de subida do bairro, em um descampado, sem construções naquele nível de altura. E ali, esta época do ano realmente faz frio (pros padrões cabofrienses de frio).

O que acontece é que o sereno invade o ginásio de uma tal maneira que os jogos à noite se tornam praticamente impraticáveis. A partida da categoria sub-20 entre ADDP x São Cristóvão, pelo Carioca, foi suspensa na sexta-feira passada (17), com apenas dois minutos de jogo, depois de quase uma hora de infrutíferas tentativas dos jogadores para permanecerem de pé; e dos demais membros das duas equipes para manterem a quadra seca.

Ontem, o jogo recomeçou e teve o primeiro tempo com condições razoáveis de realização. No segundo tempo e no jogo da categoria adulto entre as duas equipes, as cenas de pastelão se repetiram: tombos, escorregões e cambalhotas se sucederam, e somente graças à boa vontade das duas equipes e dos árbitros, as partidas chegaram ao seu final (com vitórias da ADDP por 9 a 5 no sub-20 e 9 a 1 no adulto).

Como estamos no início de um inverno que, pela prévia, parece que será rigoroso, não dá pra achar que ficaremos livres do sereno nos próximos dias/meses. Pela manhã, o orvalho que se acumula no teto do ginásio se condensa, cai e molha todo o piso. De alguma forma, é quase certo que o “futebol de sabão” vai se repetir. Ontem tentamos uma mistura de coca-cola com açúcar. Já havia sido tentado laquê de cabelo, também sem sucesso. O bom e velho breu também é uma alternativa que deve ser testada logo (quem sabe hoje, na abertura do Municipal?). Não sei se pode ser feito algo pra impedir o sereno de entrar – de repente vedando os furos dos tijolinhos com uma lona, ou algo do tipo. Mas não vai ser nem rápido nem sei se é eficiente.

Como se já não bastasse o exíguo espaço dos vestiários; a chuva que cai sobre os bancos de reservas (pelos tijolinhos furados que há em todo o ginásio, no alto); e a dificuldade dos árbitros enxergarem o jogo nas partidas à tarde, já que o brilho do sol bate bem no rosto de quem fica nas laterais da quadra entre às 15 e às 17h, agora surgiu mais este desconforto causado pelo sereno – que na prática, é o único que realmente pode impedir a realização das partidas e atrasar ainda mais o já apertado calendário das modalidades esportivas na cidade.

Ah! Mas pra não parecer um corneteiro que fica de ‘mimimi’ o tempo todo e não elogia nada, duas notas: uma, a equipe de apoio do ginásio é sensacional, tá sempre disposta a ajudar, sempre te atendendo bem e com um sorriso no rosto. Isso faz uma boa diferença. A segunda nota é que o piso emborrachado é bom de se jogar, embora eu prefira o piso flutuante que era utilizado no Aracy Machado (e é utilizado nas principais arenas esportivas do país, como as modernas Arena Vivo, em Belo Horizonte; Arena Santos e Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul).

Cabo Frio vence ADDP e lidera Estadual de Futsal

Cabo Frio vence ADDP e lidera Estadual de Futsal

O Cabo Frio Futsal assumiu a liderança do Campeonato Estadual de Futsal, promovido pela FFSERJ, ao vencer de virada a ADDP por 2 a 1 (0 a 1 no primeiro tempo), em jogo válido pela 4ª rodada do 1º turno da competição, disputado nesta terça-feira (18/05) no ginásio Aracy Machado.

O duelo entre as duas equipes de Cabo Frio foi bem disputado e proporcionou lances de emoção ao bom público presente ao ginásio. As duas equipes, motivadas pela rivalidade e pela possibilidade de liderar o campeonato, começaram o jogo se estudando.

A ADDP abriu o marcador aos 4’57 em um contra-ataque veloz, onde Renatinho serviu Thiago Campos, que chegou em boas condições de chutar, vencendo o goleiro Daniel. A partida permaneceu equilibrada até os cinco minutos finais, quando em boas jogadas individuais de Cabeça, o Cabo Frio passou a pressionar mais em busca do gol de empate, levando perigo à meta defendida por Marcelo.

No segundo tempo, o panorama não se alterou muito. O Cabo Frio Futsal pressionando mais em busca do empate e a ADDP apostando nos contra-ataques para ampliar a vantagem. Em um deles, Marcos Paulo teve boa chance para fazer 2 a 0, mas chutou de esquerda para fora. Logo em seguida, aos 27’26, o Cabo Frio empatou depois de bobeada da defesa da ADDP na cobrança de um tiro lateral. Dawisson apareceu livre dentro da área para colocar 1 a 1 no placar.

A partir daí, o jogo ficou aberto. O Cabo Frio, animado, passou a pressionar ainda mais em busca do gol de empate. Acuada, a ADDP timidamente esboçava uma reação. Mas o Cabo Frio virou o jogo aos 34’50, quando depois de um passe errado, o time veio para o ataque e a bola cruzada encontrou Alfredo livre, dentro da área, para empurrar de barriga para o fundo da rede.

Logo depois do gol, o técnico Everaldo Rangel, da ADDP, pediu tempo para reorganizar a sua equipe. Os cinco minutos finais foram de jogo aberto, com as duas equipes tentando o gol. A ADDP teve a melhor chance de empatar a pouco mais de um minuto do final, quando em tabela com Rodriguinho, Thiago Campos apareceu livre, mas bateu para fora. Pelo outro lado, Leandrinho teve ótima chance de ampliar o marcador, mas a bola bateu no goleiro Marcelo e saiu. No final, vitória do Cabo Frio por 2 a 1.

Com o resultado, o time comandado por Rodrigo Barreto soma agora 6 pontos em 4 partidas disputadas. A ADDP, com 3 pontos em 3 jogos, caiu para a sétima posição.

O Cabo Frio viaja para disputar os Jogos Abertos Brasileiros em Cuiabá (MT), de 21 a 25 deste mês, e só volta a atuar pelo Estadual dia 29, sábado, quando recebe o Americano/Cinderella Fashion, às 18h. A ADDP vai a Macaé na próxima terça-feira (25/05), enfrentar o Macaé Sports.

FICHA TÉCNICA

Cabo Frio Futsal 2 x 1 ADDP

Cabo Frio Futsal: Daniel, Alfredo, Cabeça, Rodolpho e Rafael. Entraram Gugu, Roger, David, Dawisson e Leandrinho. Técnico: Rodrigo Barreto

ADDP: Marcelo, Thiago Campos, Marrinha, Renatinho e Papaulo. Entraram Dudu, Daniel, Marcos Paulo e Rodriguinho. Técnico: Everaldo Rangel.

GOLS: Thiago Campos (4’57) para a ADDP; Dawisson (27’26) e Alfredo (34’50) para o Cabo Frio

CARTÕES AMARELOS: David e Daniel (Cabo Frio); Thiago Campos e Daniel (ADDP)

ARBITRAGEM: Washington Feliciano e Marcio Mendes Cabral, com Harry Oliveira Lemgruber e Claudia Silva Campos na mesa de controle.

CLASSIFICAÇÃO

1º) Cabo Frio Futsal, 6 pontos, 4 jogos

2º) Poker/PEC, 3 pontos, 1 jogo (goal average: 6,000)

3º) Macaé Sports, 3 pontos, 1 jogo (goal average: 1,500)

4º) Vasco da Gama, 3 pontos, 2 jogos (goal average: 2,200)

5º) USS/Vassouras, 3 pontos, 2 jogos (goal average: 1,400)

6º) Teresópolis/PMT, 3 pontos, 2 jogos (goal average: 1,250)

7º) ADDP, 3 pontos, 3 jogos (goal average: 0,750)

8º) Americano, 3 pontos, 3 jogos (goal average: 0,444)

PRÓXIMOS JOGOS

19/05 – Teresópolis/PMT x Poker/PEC (20h, ginásio Pedrão em Teresópolis)

20/05 – Vasco da Gama x USS/Vassouras (20h, ginásio de São Januário)

22/05 – Teresópolis/PMT x Americano/Cinderella Fashion (19h, ginásio Pedrão em Teresópolis)

25/05 – Macaé Sports x ADDP (20h, ginásio Maurício Bittencourt em Macaé)