Concurso público em Cabo Frio: SAIU O EDITAL

Concurso público em Cabo Frio: SAIU O EDITAL

Foi publicada a Lei nº 2.231, de 23 de setembro de 2009, que autoriza a realização do concurso público para o preenchimento de cargos de nível Superior, Médio, Politécnico e Ensino Fundamental (1º Segmento) do Quadro Permanente de Pessoal da Prefeitura de Cabo Frio. Ao todo, serão oferecidas 2.061 vagas, distribuídas pelas áreas de Educação, Saúde, Meio Ambiente, Segurança Pública e funções administrativas.

Os cargos que oferecem maior número de vagas são Auxiliar de Serviços Gerais (550 vagas), Técnico em Enfermagem (351) e Agente Administrativo (220 vagas). Este último substitui a atual denominação do cargo efetivo “Auxiliar Administrativo”.

Os salários variam entre R$ 465,00 e R$ 2.071,52, dependendo da carga horária e nível de escolaridade. Para cargos na área de Educação, há vagas de nível superior para Professor Docente II (Ciências, Educação Artística, Educação Física, Geografia, História, Inglês, Matemática e Português), Supervisor Escolar, Orientador Educacional e Inspetor Escolar; e de nível médio, para Professor Docente I (1ª a 4ª série Ensino Fundamental e Educação Infantil), Inspetor de Alunos, Auxiliar de Classe e Secretário Escolar. Na área de Saúde, há vagas de nível superior para Médico (clínico geral), Médico Pediatra, Enfermeiro (40h semanais e 20h semanais), Odontólogo (40h semanais e 20h semanais) e Fisioterapeuta; e de nível médio para Auxiliar de Consultório Dentário, Fiscal Sanitário e Técnico de Enfermagem.

No Meio Ambiente, há oportunidades para cargos de nível superior (Engenheiro Civil e Engenheiro Ambiental) e politécnico (Gestor Ambiental). Há ainda vagas de nível médio para Agente Administrativo, Fiscal Fazendário, Fiscal de Obras, Fiscal de Transporte, Fiscal Fundiário e Fiscal de Postura. Para candidatos com Ensino Fundamental (1º segmento), há oportunidades para Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Guarda Municipal, Agente de Postura e Coveiro.

O edital foi publicado nesta quarta, 21 de outubro. As inscrições começam a ser feitas a partir de 22 de outubro.

FAÇA DOWNLOAD DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO DE CABO FRIO AQUI:

EDITAL | ANEXO I | ANEXO II | ANEXO III | ANEXO IV | ANEXO V | LEI ORGÂNICA | 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL

Anúncios
Prefeitura de Cabo Frio chama professores aprovados no concurso de 2005

Prefeitura de Cabo Frio chama professores aprovados no concurso de 2005

A Prefeitura de Cabo Frio, através da Secretaria de Educação, está convocando 121 candidatos aprovados no concurso público feito no primeiro semestre de 2005 para habilitação e exame de saúde, como parte do processo seletivo do concurso público. Os aprovados devem comparecer à Secretaria de Educação, localizada à Rua Florismundo Batista Machado, nº 9, no Centro da cidade, nos dias 15 e 16 deste mês, das 9h às 12h e de 14h às 16h.

Os candidatos convocados que pertencem aos cargos de Professor Docente I (Ensino Fundamental); Professor Docente I (Ensino Infantil); Inspetor de Alunos e Auxiliar de Classe, devem comparecer à Secretaria de Educação no dia 15. Já os cargos de Professor Docente II (Educação Artística); Professor Docente II (Ciências); Professor Docente II (Geografia); Professor Docente II (História); Professor Docente II (Inglês); Professor Docente II (Português); Professor Docente II (Matemática); Orientador Educacional e Supervisor Escolar, devem comparecer no dia 16.

Todos os aprovados estão recebendo telegramas, desde a última segunda-feira, dia 12, com a convocação para comparecerem à Secretaria de Educação nas datas estipuladas. O não comparecimento do candidato implicará em desclassificação, como consta o edital geral.

Junto com o telegrama consta também a lista de documentos exigidos: comprovação da qualificação exigida para ingresso no cargo a que concorre; identidade e CPF (original e cópia); estar quite com as obrigações eleitorais; estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino; ter no mínimo 18 (dezoito) anos completos, na data da posse; declaração de bens, na forma da Lei Federal nº 8.730/93 (o formulário será fornecido no local); declaração negativa de acumulação de mais de 2 (dois) cargos públicos (o formulário será fornecido no local); se solteiro, certidão de nascimento (original e cópia); Se casado, certidão de casamento (original e cópia); certidão de nascimento dos filhos (original e cópia) se for o caso.

Os professores de Educação Física e Química deverão apresentar registro no órgão de classe competente, respectivamente, CREF e CRQ.

Os exames exigidos com laudo são: Oftalmológico; Laringoscópico; Eletrocardiográfico (para os acima de 35 anos). Conforme o Edital, “serão aceitos exames realizados, somente, em até 30 (trinta) dias imediatamente anteriores ao dia da apresentação para a realização de inspeção de saúde, de caráter eliminatório.”

O salário dos professores varia de acordo com os cargos. O salário de Professor Docente I, inicialmente será de R$ 657,71. Professor Docente II, Orientador Educacional, Supervisor Escolar e Inspetor Escolar, salário de R$ 1.068,13. Os salários podem sofrer aumento conforme o plano de cargos e salários.

Segundo a assessora da Secretaria de Educação, Eliane Ribeiro, a convocação dos aprovados serão para as escolas da Rede Municipal de Ensino, na abertura das atividades educacionais, que iniciam no dia 9 de fevereiro. “Estamos aguardando de braços abertos os novos colegas para atuar conosco”, concluiu.

O ‘imbróglio’ do concurso em Búzios

O ‘imbróglio’ do concurso em Búzios

Pois bem… não vai mais haver concurso em Búzios. O juiz daquela comarca, João Carlos Correia, determinou a suspensão do concurso. Além de encerrar as inscrições, o juiz determinou que fosse depositado em conta judicial os valores pagos por quem havia se candidatado. O concurso em Búzios era para 239 vagas para salários entre R$ 366 e R$ 1,9 mil. Cerca de dois mil candidatos já haviam feito as inscrições que tinham previsão de se encerrar na próxima sexta-feira, 5 de dezembro.

Na sua decisão o juiz João Carlos Corrêa afirmou que “a prefeitura teve quatro anos para promover o concurso e só publicou o edital a dois meses de o atual prefeito Toninho Branco passar o cargo”. A suspensão do concurso em Búzios foi pedida em a ação popular proposta pela pessoa de nome Sérgio dos Santos Murad.

Ainda em sua decisão, o juiz vaticinou: “A legalidade, contudo, não pode e nem deve jamais caminhar descasada da ética. A realização do concurso nesta fase terminal de governo lança ao novo governo obrigatoriamente um fardo que não lhe é próprio carregar”. Ele ainda recomenda aos inscritos que acompanhem o desenrolar do caso na Justiça e a decisão final do mérito.